TSE passará por três gestões em 2018

Publicado em 30/01/2018

Compartilhe

Administração de Gilmar Mendes vai até 06/02, Fux vai até 15/08 quando assume Rosa Weber  

No dia 6 de fevereiro os ministros Luiz Fux e Rosa Weber tomam posse nos cargos de presidente e vice-presidente do TSE. Em mandato polêmico, marcado pela redução da estrutura da Justiça Eleitoral e pelo julgamento da chapa Dilma-Temer, Gilmar Mendes passa o comando para Fux que ficará encarregado de dar seguimento ao planejamento das eleições de 2018, mas para não ficar de fora da vice-presidência do STF, Luiz Fux abrirá mão da presidência do TSE em 15 de agosto transmitindo assim a Corte Superior Eleitoral à ministra Rosa Weber que ficará com a função de executar o pleito de outubro.

Não se sabe ainda se essa rotatividade na cúpula da Justiça Especializada poderá repercutir negativamente nos Regionais Eleitorais que dependem das decisões do TSE para dar prosseguimento ao planejamento das eleições. Servidores ouvidos relatam, contudo, que não haverá quebra da continuidade administrativa uma vez que as unidades já estão preparadas para o desafio das eleições gerais que prometem ser bem acirradas e com possibilidade de julgamentos decisivos.

---

Fonte: Sinjufego